Buscar
  • betatechjúnior

Como a Bioquímica e Farmácia se encaixam no âmbito empreendedor.



Durante os últimos anos, pelo fato da Bioquímica ser um curso novo no nosso pais, muitas das vezes é igualada e confundida ao curso de Farmácia, porém isso não é verdade. Nessa conversa vamos mostrar a diferença entre elas no âmbito empreendedor e onde cada uma pode se encaixar no mercado.



Empreendedorismo no âmbito farmacêutico



A carreira empreendedora entre os farmacêuticos é bem amplo, devido ao grande leque de áreas para se atuar e a maior possibilidade de retorno financeiro, tendo também um caráter social incluso. No atual contexto social a busca por novos tratamentos e terapias menos invasivas e prejudiciais, cria um “novo mundo” a ser explorado. E é justamente esse o ponto aonde não só novas ideias podem ser desenvolvidas, mas também novas abordagens e posturas. São poucas as universidades que estimulam durante o período de graduação do farmacêutico, os futuros profissionais a serem empreendedores. São muitos os desafios dentro desta carreira, a busca constante pela qualidade e excelência nos serviços prestados já faz parte do perfil de formação do farmacêutico, porém a crescente leva de necessidades em saúde cria um contexto de novas oportunidades e demandas. Portanto torna-se importante se munir das oportunidades de vivência para adquirir algumas características que são essenciais para um empresário bem sucedido, tais como a criatividade, liderança, perseverança, organização e comunicação. Dentro das empresas juniores ou através de cursos e treinamentos é possível que ganhemos esta bagagem para chegarmos ao mercado de trabalho capacitados de conhecimentos em administração de empresas, gestão financeira, técnicas de negociação e planos de marketing.


Mas, afinal o que um farmacêutico-empreendedor faz?


O farmacêutico explora e identifica as oportunidades de negócios dentro do ramo farmacêutico, traça estratégias de administração e crescimento da sua empresa, lidera equipes, participa da negociação com fornecedores e clientes, manipula e cria novos produtos, faz a gestão financeira da empresa, faz o gerenciamento de crises e nesse ponto é preciso ser um profissional com autoconfiança e ter senso crítico. Os empreendimentos farmacêuticos estão presentes em muitas áreas, como, consultoria especializada, industrias, empresas de cosméticos, distribuidoras de medicamentos, laboratórios de análises clínicas, farmácias e drogarias, entre outras.

Empreendorismo no âmbito bioquímico

Durante a graduação estudamos diferentes ramos abertos para um bioquímico entrar no âmbito inovador. O brasil tem um grande potencial humano e qualificado, grande biodiversidade para desenvolver a ciência e a inovação por meio de empresas privadas e estatais. Hoje em dia vemos vários empreendedores bioquímicos na área de alimentos; biotecnologia; gestor/comercial; bioquímica clínica e diagnóstico molecular; e muito mais. A criação de novas empresas, as formas de gerar valor agregado através da criação de patentes e a importância de proteger a propriedade intelectual. Como forma de preservar a inovação do empreendedorismo, sendo essa a principal característica de uma empresa de sucesso. Apesar de termos uma grade académica voltada mais para pesquisa, como bioquímicos não somos limitados a isso. E ainda a biotecnologia tendo um papel importantíssimo para um empreendedor, continua sendo apenas uma parte do que o bioquímico pode abranger. As universidades são chamadas a administrar mudanças na mentalidade das novas gerações de profissionais, a ter bioquímicos empreendedores e, ainda mais, a profissionais inovadores.


Afinal, o que um bioquímico-empreendedor faz?

Essa é a pessoa que irá assumir os riscos de criar e ser dono do próprio negócio ou do próprio laboratório. Todo pesquisador nato é empreendedor por natureza, mas em geral, esse tipo nasce da capacidade de alguém formular e aplicar na pesquisa básica, indústria, clínica ou gestão e comércio duas simples perguntas: Que problemas precisam de respostas ou novas respostas? Que respostas eu posso dar a esses problemas?
- Bioquímica Brasil | dez 11, 2016





43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo