fundo.png
 
Buscar
  • betatechjúnior

ALIMENTOS VENCIDOS: FAZ MAL INGERI-LOS?

Quem nunca encontrou aquele doce guardado há meses, do qual nem se lembrava mais? Só que quando olha a embalagem fechada, percebe que a validade acabou de vencer. E aí, será que ainda dá para comer?


Para responder essa pergunta, primeiro é importante saber como os prazos de vencimento funcionam no Brasil. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) preferiu optar por padrões mais rígidos de controle, conforme explica Thalita Antony de Souza Lima, gerente geral de alimentos na organização reguladora. No país, é exigido que os itens tragam um prazo seguro para consumo. Depois dessa data, eles não podem mais ser comercializados.


Mas será que esse prazo é mesmo confiável? Quem os define? De acordo com Lima, são os próprios fabricantes, também responsáveis por dar instruções de conservação e armazenamento, bem como declarar essas informações nos rótulos. Os testes feitos nas fábricas são extremamente criteriosos. Cada tipo de produto demanda uma forma de testar, ou seja, não há um teste geral que possa ser aplicado para verificar a durabilidade de todos os tipos de alimentos. A conservação também é levada em conta ainda na produção e no embalo.


Conforme menciona a nutricionista Fabiana Fontes, da Clínica Reviva, de Fortaleza (CE), guiar-se apenas pela aparência do produto pode enganar. "Há conservantes que mantêm os alimentos bonitos mesmo depois de eles terem perdido sua qualidade", diz. Então, concluímos que os alimentos que estão com a data de validade vencida não devem ser consumidos, mesmo que apresentem um bom aspecto visual. Além de estarem mais propensos à ação de fungos e bactérias, substâncias dos próprios alimentos começam a se modificar, depois deste período, podendo causar intoxicações alimentares e agravar até se tornar infecções alimentares.


Caso você decida arriscar a consumir alimentos vencidos, no final é você quem vai arcar com essa conta. A especialista explica que os órgãos mais afetados com a ingestão de um produto estragado são o estômago e o intestino. O primeiro pode tentar expelir o que está fazendo mal, levando a enjoos e vômitos. No segundo, podem-se iniciar diarreias, cólicas e gases. Se o quadro evoluir, pode haver inflamação gástrica, desidratação, desmaios, dores de cabeça e, a depender do agente contaminante, a evolução para uma cisticercose ou parasitoses mais graves, alerta a nutricionista Fontes.

Conhecendo esse cenário, a nutricionista aconselha que se avalie o cheiro do alimento vencido e sua consistência, mas reforça que é sempre melhor ter alguns cuidados, como:

- Não consuma alimentos vencidos;

- Analisar a higiene dos locais quando precisar se alimentar fora de casa;

- Evitar comer alimentos crus em locais em que não se conhece a forma de preparo;

- Após aberto, a validade dos alimentos não conta mais. Deve-se ficar atento a forma de acondicionamento e aos aspectos como cor e cheiro;

- Alimentos in natura podem ser congelados, sem problema, mas deve-se evitar congelar novamente.

Na geladeira

- Utilize recipientes com tampas;

- Não deixe latas abertas na geladeira;

- Não deixe a porta da geladeira aberta;

- Ovos não devem ficar na porta;

- Maionese, ketchup e mostarda não devem ficar na porta da geladeira;

- Não forre as prateleiras, pois dificulta a circulação de ar frio;

- Limpe os alimentos antes de congelá-los, e embale em plásticos próprios para o congelamento.


Referências:

INÁCIO, Lívia. Comer alimentos com prazo de validade vencidos faz mal à saúde ?. Viva Bem Uol, 6 jan. 2022. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/01/06/comer-alimentos-com-prazo-de-validade-vencido-faz-mal-a-saude.htm. Acesso em: 8 set. 2022.


CONSUMO de alimento vencido pode causar intoxicação alimentar. Diário Catarinense, 20 jan. 2020. Disponível em: https://www.nsctotal.com.br/noticias/consumo-de-alimento-vencido-pode-causar-intoxicacao-alimentar. Acesso em: 8 set. 2022.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo