Buscar
  • betatechjúnior

6 formas de proteger seu local de trabalho do coronavírus

Atualizado: 29 de set. de 2020



A COVID-19, doença provocada pelo coronavírus, tem gerado um impacto social e econômico significativo a uma velocidade que exige de todos muita atenção e preparo para enfrentar a doença nos ambientes de trabalho.


Altamente contagioso, o Coronavírus é transmitido por meios de secreções como a saliva, espirros, contato próximo e superfícies contaminadas. Assim, um simples aperto de mão ou o uso de objetos contaminados, seguido de contato com a boca, o nariz ou os olhos, é suficiente para o contágio.


Não importa o ramo de negócios ou a área de atuação, desenvolver medidas assertivas e de bom senso garante uma melhoria relevante aos protocolos de prevenção de infecções nos locais de trabalho. Além disso, o conhecimento da importância desses protocolos e a implementação na cultura organizacional auxilia a proteger sua equipe e a população em geral. Veja como:



1. Verifique se as superfícies do seu local de trabalho estão limpas e desinfetadas





Superfícies como mesas, cadeiras, corrimãos e objetos de uso rotineiro (telefones, teclados, equipamentos de uso coletivo) precisam ser limpos com desinfetante diariamente, várias vezes ao dia.

A presença de protocolos padronizados de higiene, como um Procedimento Operacional Padrão (POP), se torna uma ferramenta relevante para prevenir a propagação da COVID-19, pois além de auxiliar na manutenção da limpeza local:


  • Promove informações coerentes acerca dos hábitos de higiene pessoal e do ambiente;

  • Reduz o desperdício de recursos e materiais de limpeza;

  • Otimiza tempo;

  • Certifica que seu estabelecimento esteja de acordo com as medidas da Vigilância Sanitária.


Por quê? A contaminação em superfícies tocadas por funcionários e clientes é uma das principais maneiras pelas quais a COVID-19 se espalha. Adquirir um POP garante, então, maior segurança aos colaboradores e comunidade.

 

Saiba mais sobre o que é um um POP de Higienização e

faça seu DIAGNÓSTICO GRATUITO!

 

2. Promova a lavagem regular e completa das mãos de funcionários, colaboradores e clientes


Divulgue em painéis a limpeza correta das mãos e outros cuidados com a higiene pessoal.

Certifique-se de que funcionários, contratados e clientes tenham acesso a locais onde possam lavar as mãos com água e sabão.

A presença de dispensadores higienizadores de mãos em locais de destaque no local de trabalho também auxiliam na higiene. Certifique-se de que esses dispensadores são recarregados regularmente.


Por quê? A lavagem correta das mãos elimina o vírus e evita a propagação da COVID-19.


3. Atente-se às boas práticas individuais de higiene no local de trabalho



Ações como cobrir a boca com um lenço de papel ao tossir ou espirrar limitam a propagação do vírus. Caso não tenha um lenço no momento, utilize o antebraço (região interna do cotovelo) para cobrir boca e nariz. O lenço deve ser descartado ou higienizado imediatamente.


Além disso, o uso de máscaras é indispensável, especialmente para quem lida diretamente com o público.


Por quê? Gotículas de saliva e secreção são vetores da COVID-19. Criar uma barreira física evita não apenas o espalhamento do Coronavírus, mas uma série de doenças respiratórias.


4. Evite espaços propensos a aglomeração


Se possível, promova o revezamento das equipes de trabalho a fim de evitar que muitas pessoas compartilhem de um ambiente simultaneamente. Mantenha os locais de uso comum higienizados e com boa circulação de ar.


Crie ações que garantam a segurança dos clientes em lugares que mantêm o atendimento ao público, como filas que preservem, pelo menos, dois metros de distância entre uma pessoa e outra. Além disso, o atendimento presencial pode ocorrer mediante agendamento, assegurando assim poucas pessoas em circulação ao mesmo tempo.


Por quê? Locais fechados, de baixa circulação de ar e que exigem a proximidade das pessoas favorecem a transmissão do Coronavírus.

 

Confira os 17 objetivos para transformar nosso mundo em um lugar mais sustentável

 

5. Garanta que as informações sobre os sintomas e modos de prevenção sejam acessíveis à todos os colaboradores da organização


Informe seus funcionários e clientes sobre a importância de identificarem qualquer sintoma relacionado à COVID-19, dentre eles:

  • Tosse

  • Febre

  • Coriza

  • Dor de garganta

  • Dificuldade para respirar ou falta de ar

  • Perda de olfato e alteração do paladar


Se caso apresentar febre e sintomas respiratórios, se possível, evite ir ao trabalho e avise o seu superior. Os trabalhadores também devem ter a chance de operar de casa se tiverem tomado medicamentos simples como paracetamol, ibuprofeno ou aspirina. Estes remédios podem mascarar os sintomas da infecção.


6. Atente-se sempre às recomendações de órgãos de saúde e canais científicos de comunicação


Atualmente, neste cenário de Pandemia, a responsabilidade em manter uma empresa em funcionamento ultrapassa quaisquer princípios meramente lucrativos, uma vez que de nada adianta oferecer um serviço sem prezar pela saúde do colaborador que o executa.


Órgãos responsáveis por estudar e analisar os impactos da COVID-19 devem ser o pilar de sustentação na tomada de decisões para evitar a propagação e o agravamento desta doença. Procurar por informações confiáveis e seguras é um papel ético e necessário que toda organização deve seguir.


Fontes confiáveis:


Ministério da Saúde: https://saude.gov.br

Organização Mundial da Saúde (OMS): https://www.who.int/es

Centros de Controle e Prevenção e Doenças (CDC): https://www.cdc.gov


 

Gostou? Saiba 5 maneiras de manter sua produtividade alta o ano todo

 

117 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo